Loading Spinner GIFLogotipo da LET'S Delivery

Você sabe o que é IoT e como ela afeta o futuro do Delivery?

O que vai mudar quando todo o mundo estiver conectado?

Mercado
Publicado dia 10/10/2021

A tecnologia evolui de forma exponencial nos dias de hoje. Se olharmos para 20 anos no passado, o que é quase nada em termos históricos, podemos relembrar de um mundo onde a internet comercial havia acabado de dar seus primeiros passos, o conceito de rede social estava ainda em seus primórdios e ainda nem existiam os smartphones. Isso para falar de tecnologias mais próximas do dia a dia.

Em 2022 estamos desenhando um futuro diferente onde novas realidades podem ser construídas a partir de Metaversos e até o conceito do dinheiro está mudando e se virtualizando de forma definitiva. Neste cenário de inovação constante, um termo tem aparecido com certa frequência, principalmente aplicado a modelo de negócio: a Internet das Coisas, ou Internet of Things (IoT).

Mas o que é Internet of The Things?

A ideia por trás do conceito é a de que todos os objetos ao nosso redor de alguma maneira estariam interligados em redes inteligentes ou até mesmo com a internet e, assim, poderiam nos ajudar em diversas tarefas do dia a dia em casa ou até mesmo reinventar formas de fazer negócios e atender a nossos clientes. 

O termo começou a ser utilizado em 1999 mas desde a década de 70 algumas pesquisas em empresas de ponta já imaginavam formas de otimizar processos envolvendo suprimentos e peças. Uma destas tecnologias, a RFID (Radio Frequency Identification) foi a responsável por avanços nesta maneira de conectar objetos na Procter&Gamble no final da década de 90.

De lá para cá muitos avanços aconteceram com a criação de diversos "smart objects" que podem ser desde termostatos residenciais até sistemas inteligentes de trânsito. A Internet das Coisas nasce com esta premissa: trazer os objetos da nossa experiência diária para o mundo digital.

Por que ela pode revolucionar o seu Delivery?

Por mais inovadoras que tecnologias sejam, elas só fazem sentido em termos de negócio se gerarem valor para a sua relação com seu público final e toda a cadeia de fornecedores e parceiros. Seria o caso de aplicações de IoT? A gente acredita que dá para desenhar alguns cenários positivos.

  • Em lojas físicas: você pode utilizar sistemas de contagem de pessoas para evitar aglomerações, cardápios acionáveis por bluetooth e promoções georreferenciadas em shoppings.

  • Em sua cozinha: além do monitoramento de processos e equipe, você pode também pensar formas de monitorar a saúde de seus funcionários e assim ter mais ferramentas para aumentar a qualidade de vida de sua equipe.

Estamos longe deste futuro?

Tecnicamente, tecnologias como a RFID são bem acessíveis e estão presentes em aplicações comuns hoje em dia, como pulseiras de eventos musicais. O pulo do gato da aplicação do conceito de Internet das Coisas vai mais além: é sobre integração de ambientes/objetos físicos ao mundo digital.

Neste sentido, é importante traçar um planejamento que funcione de forma complementar e considere lojas e embalagens como parte desse diálogo, dessa forma de se relacionar com os seus clientes e parceiros.

Em resumo: não é que a gente esteja longe da tecnologia. Ela é viável: cabe planejar a sua melhor utilização.

Logo do Max

Você já conhece o Max?

Conheça mais o Max e saiba como a nossa tecnologia pode reduzir até 80% do custo da sua operação de delivery.
MATERIAIS DE APOIO AO RESTAURANTE

Você já conhece nossa Central de Downloads?

Nela você encontra diversos tipos de materiais para ajudar seu restaurante nas tarefas do dia a dia, como planilhas de Fluxo de Caixa, Controle de Abastecimento e outras mais. Embora o Max tenha diversas funcionalidades que já te auxiliam nessas questões, sempre recomendamos criar hábitos saudáveis de gestão e é justamente o que pretendemos com esses conteúdos.

Ao usar este site, você concorda com o armazenamento de cookies em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing. Veja nossa Política de Privacidade para mais informações.